[Resenha] Marketing & Amor - Rebecca Romero

07:06


Rebecca Romero

Páginas: 234
Comprar ebook

          Margot O’Hara é uma das empreendedoras mais bem-sucedidas do país e tem sua vida inteiramente como ela sonhou. Vendo mais uma oportunidade, ela aceita a proposta que a família Renard lhe apresenta: uma parceria para que ela ajude a salvar uma agência de relacionamentos que está propensa a falir.
          Elijah Renard, por outro lado, está infeliz com seu trabalho. Mas quando passa a conhecer Margot, ele começa a sentir uma chance de reatar seu interesse nos negócios da família.
          Seguindo esse caminho de marketing e empreendedorismo, Margot e Elijah iniciam um vínculo que vai além do digital.

          Em Marketing & Amor conhecemos Margot O'Hara, uma jovem empreendedora decidida e independente, que mora em Nova York e é extremamente satisfeita com tudo que conquistou na vida.
          E conhecemos o Elijah Renard, um executivo que junto com o pai, compra empresas fadadas a falência e as transformam em organizações de sucesso. Mas apesar de tudo, Elijah se sente infeliz com o trabalho e totalmente desanimado com o rumo da sua vida.
          E graças a uma palestra ministrada pela Margot sobre marketing e empreendorismo, a família Renard faz uma proposta de parceria com ela; onde Margot ajudaria a resgatar uma empresa de relacionamentos à beira do fracasso.
          Assim Margot e Elijah, começam a passar mais tempo juntos, inicialmente por conta da parceria, mas logo ela e Elijah percebem que gostam de estar na companhia um do outro e enxergam que talvez a relação possa ser mais do que profissional.


          Apesar de ter uma premissa muito interessante e ser um bom exemplo de um clichê fofo, a estória possui falhas que são impossíveis de serem ignoradas, principalmente em relação ao enredo, no qual a autora pecou no desenvolvimento.
          Mas um ponto positivo na minha opinião, é sobre a Margot: uma personagem bastante empoderada e dona do seu próprio nariz. Com uma personalidade forte e sem medo de mostrar seu lugar na sociedade.
          Entretanto, gostaria de poder falar o mesmo do personagem Elijah, ele foi um dos pontos do livro que me decepcionou, pela sua falta de estrutura. A autora foi negligente em relação a sua história, deixando-a superficial e falha.
          Em certo ponto da estória, é descoberto que Elijah possui uma doença que afeta milhões de pessoas anualmente. Não me considero uma expert em relação ao transtorno citado, porém já li livros suficientes que abordam o assunto, para ter uma ideia dos sinais apresentados pelas pessoas que possuem o mesmo. E nesse ponto a autora também falhou na discrição, mostrando algo vago. A ideia que se tem, é que a mesma não pesquisou o suficiente sobre a doença, e apenas colocou isso para dá uma vivacidade a mais na estória.
          Entretanto como bônus para a estória, Marking & Amor possui uma excelente variedade de personagens secundários que são bem construídos. E essa variedade de características, aproximam o leitor deles, criando um vínculo emocional que nos faz querer saber mais sobre cada um.
          Concluindo, a estória é um clichê fofinho, com capítulos pequenos e leves que resulta numa leitura rápida e fluida.

Pontuação
(Bom)




You Might Also Like

0 comentários

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tempestades de Oklahoma

As tempestades a agitavam por dentro, despejavam a energia ao redor e a levavam com elas em um turbilhão de fúria e paixão.
- Nothing Personal (Jaci Burton)

Acessos

Subscribe